Lúmens e Watts, afinal quais são suas diferenças.

Entenda porque muitos profissionais, analisam a questão da eficiência de uma lâmpada ou luminária em LED pela relação de lúmens por watts.

O que são watts?

Os watts (W) dizem respeito ao consumo de energia de um dispositivo, e é por isso que eles estão presentes nas embalagens de qualquer produto eletrônico. Sua função é informar a potência da lâmpada, ou seja, a quantidade de energia que ela consome por hora para gerar luz.

Dessa forma, quanto maior a potência de um produto, maior é o seu consumo de energia e, naturalmente, maior será o custo de utilizá-lo.

As lâmpadas dependem de eletricidade, sendo que os modelos de maior alcance tendem a demandar mais energia. Entretanto, novas tecnologias, em especial o LED possuem diferentes tipos de eficiência, ou seja, são capazes de gerar maior ou menor intensidade luminosa, utilizando a mesma quantidade de watts de um dispositivo convencional. Por isso, o consumidor não deve se orientar unicamente pelo consumo em watts, mas principalmente a quantidade de lúmens que ela proporciona.

O que são lúmens?

o que são lúmens?

Os lúmens (lm) são a quantidade de luz emitida por uma fonte luminosa. Essa característica é chamado também de fluxo luminoso. Quanto maior o número de lúmens, maior é a emissão de luz de uma lâmpada.

Devemos ter em mente, porém, que nem sempre o maior valor é o melhor. Os projetos apresentam demandas diferentes, diversas alturas e ambientes. Além de verificarmos a quantidades de lúmens de uma luminária, também devemos ver o ângulo de distribuição luminosa conforme a ilustração abaixo.

Para descobrirmos o nível de luz ideal para cada ambiente, devemos verificar as orientações da norma NR 17 e NHO 11 mantida pelo ministério do trabalho na Fundação Fundacentro.

Entendido o que são lúmens e watts, fica claro que o produto mais vantajoso é aquele que apresenta a melhor eficiência energética, ou seja, o que oferece uma iluminação adequada (lúmens) com o menor consumo de energia (watts). Além disso para obter o melhor resultado em lux é muito importante se atentar para o ângulo de distribuição luminosa.

Como escolher o produto ideal?

Agora que você sabe o que são lúmens e watts, fica mais fácil compreender as informações impressas nas embalagens das lâmpadas e luminárias LED. Confira, a seguir, como analisar um produto!

Leia também: Fator de Depreciação: o que é e como analisar na iluminação?

Verificando o número de watts (potência)

O número de watts impresso nas embalagens indica o seu consumo por hora (watt/hora). Dessa forma, podemos dizer que uma luminária de 150 watts ligada 8 horas por dia durante 30 dias consumirá 36.000 watts ou 36 quilowatts (kW) ao mês. Neste caso, onde cada kW custa R$ 0,50, a luminária gastaria R$ 18,00 reais ao mês (36 kW x R$ 0,50 = R$ 18,00 Reais ).

Verificando o número de lúmens (Intensidade Luminosa)

Nas etiquetas das lâmpadas e luminárias LED de boa qualidade é possível verificar a intensidade luminosa em lúmens e o ângulo de distribuição luminosa para a escolha da melhor solução para cada ambiente.

Em uma fábrica, por exemplo, podem existir locais de pé direito de 4 metros, 6 metros e 12 metros. Neste caso, os lúmens devem estar relacionados com o ângulo de distribuição luminosa para obter uma iluminação homogênea e eficiente, atingindo o iluminamento em LUX com o menor consumo de energia possível.

E o que significa a relação Lúmens por Watts?

Esta pergunta traz confusão a muitas pessoas devido a tecnologia estar sempre em evolução e a relação entre lúmens e watts melhorar. Normalmente as luminárias LED com 1 ano de garantia possuem baixa relação de lúmens por watts, e costumam ser de, aproximadamente, 60 a 100Lm/W. Já os modelos de alto desempenho, ou seja, com 5 anos de garantia, podem variar de 100 a 190Lm/W. Veja como por exemplo a tabela abaixo:

Quanto vale um lúmens em watts?

Sendo assim, a relação de lúmens por watts representa a eficiência luminosa de uma lâmpada ou luminária. Quanto maior a emissão de luz (lúmens) para o menor consumo de energia em Watts, melhor será a eficiência luminosa de uma luminária ou lâmpadas de LED.

O que é eficiência luminosa de uma lâmpada?

Lúmens x watts qual a diferença?

Por fim, temos a eficiência luminosa, que nada mais é do que a relação entre lúmens e watts (lúmens/watts ou lm/W). Ou seja, uma lâmpada ou luminária de 21000 lúmens e 150 W apresenta 140 lm/W (21000lm/150W = 140lm/W).

Como você viu, lúmens e watts são unidades de medidas fundamentais para determinar o poder de iluminação e a eficiência das lâmpadas e luminárias. Felizmente, a maioria das informações apresentadas são disponibilizadas nas embalagens dos produtos, o que nos poupa dessa sequência de cálculos. Cabe ao consumidor, portanto, encontrar e analisar esses dados com cautela ao fazer as suas compras.

Gostou do post? Sem sim, aproveite a visita e descubra se a durabilidade e garantia são mais importantes que o custo das lâmpadas e luminárias de LED!

 Também acompanhe todos as novidades da Luter LED através de nossas redes sociais:  LinkedInFacebook e YouTube!

Aproveite, ainda, para ler outros conteúdos em nosso blog!

 

We take processes apart, rethink, rebuild, and deliver them back working smarter than ever before.